Ano Novo – Shōgatsu

Event date: 2019/1/1Categories: , ,

O Ano Novo Japonês (shōgatsu) é um dos festivais anuais mais importantes do Japão, com seus próprios costumes, combinando tradições e costumes expressando gratidão pelo ano passado e garantindo saúde e prosperidade nos próximos meses. A comemoração começa na véspera do Ano Novo. À meia-noite do dia 31 de dezembro as famílias comem macarrão (que representa vida longa) e depois vão para algum templo ou santuário local para orar pela boa sorte no ano que chega. Antes de 1873, a data do ano novo japonês tinha como base o calendário lunar chinês, assim como o ano novo chinês, ano novo coreano e o vietnamita, e a parti de 1873 o ano novo japonês oficial começou a ser celebrado de acordo com o calendário gregoriano, em 1 de janeiro de cada ano (元日Ganjitsu – dia de ano novo).

A temporada shōgatsu vai até 7 de janeiro ou 15 de janeiro em algumas regiões. Enquanto o dia primeiro (Ano Novo) ou ganjitsu, é a única data reconhecida como feriado nacional, os escritórios governamentais e muitas empresas fecham suas portas de 29 de dezembro a 3 de janeiro.

Muitas pessoas viajam para suas cidades natais. Também é hora das pessoas mostrarem um lado mais tradicional vestindo-se de kimono, embora esse costume tenha começado a diminuir nos últimos anos. As crianças desfrutam de jogos e pequenos presentes conhecidos como otoshidama, enquanto os adultos apreciam a oportunidade de fazer uma pausa na rotina diária.

As famílias tradicionalmente começam a se preparar para a chegada dos toshigamis (deuses do Ano Novo) antes de ōmisoka (o último dia do ano), limpando casas, preparando pratos de festas com  decorações sazonais como kadomatsu (shinekazari) e kagami mochi (bolos de arroz). Também decoram a casa, empresa, comércio e até seus kamidanas (pequenos santuários domésticos), com shimenawas, Kadomatsus e shimekazaris. Assim como escrever desejos em Emas (placas de madeira com agradecimentos e desejos escritos no verso) e cartões postais Nengajō, para que possam ser entregues no dia 1 º de janeiro.

Saudações são um aspecto importante do shōgatsu. O primeiro ato após o relógio bate meia-noite na manhã de Ano Novo é dirigir-se aos membros da família com a tradicional saudação akemashite omedetō gozaimasu.

  • Sino

À meia-noite de 31 de dezembro, os templos budistas em todo o Japão tocam seus sinos um total de 108 vezes para simbolizar os 108 pecados humanos na crença budista, e para se livrar dos 108 desejos mundanos em relação aos sentidos e sentimentos em todos os cidadãos japoneses.

  • Comida Tradicional

Os japoneses comem uma seleção especial de pratos durante a celebração do Ano Novo chamada osechi-ryōri, normalmente encurtada para osechi. Este é composto por algas marinhas cozidas, bolos de peixe, batata-doce amassada com castanha, raiz de bardana fervida e soja preta açucarada. Muitos desses pratos são doces, azedos ou secos, para que possam ficar sem refrigeração, as tradições culinárias datam de antes das famílias terem geladeiras, quando a maioria das lojas fechava para as férias. Existem muitas variações de osechi, e alguns alimentos consumidos em uma região não são consumidos em outros lugares no dia de Ano Novo. Outro prato popular é ozōni, uma sopa com omochi e outros ingredientes que diferem com base em várias regiões do Japão. Hoje, sashimi e sushi são frequentemente consumidos, bem como alimentos não japoneses.

  • Mochi

Outro costume é criar bolos de arroz (Mochi). O arroz cozido é feito num pilão japonês, com a ajuda de um martelo de madeira. Uma pessoa bate enquanto outra esborrifa um pouco de água nos intervalos entre as batidas, isso é feito para o arroz não grudar no bastão ou no pilão. Bate-se várias vezes até o arroz ficar no ponto certo, uma massa lisa e firme. E o Mashing um arroz em forma de um bolinho branco pegajoso. Isto é feito antes do dia de ano novo e comido durante o começo do mês de janeiro. 

Também no final do ano é feito o Kagami Mochi, formada de dois bolos redondos de mochi com uma laranja amarga colocada em cima. O nome daidai deve ser auspicioso, pois significa “várias gerações”. 

Por causa da textura extremamente pegajosa do mochi, geralmente há um pequeno número de mortes por asfixia em torno do Ano Novo no Japão, particularmente entre os idosos. O número de mortos é relatado nos jornais nos dias após o Ano Novo.

Anúncios