Dia das Meninas – Hina Matsuri

Event date: 2019/3/3Categories: ,

Dia 3 de março é o Dia das Meninas no Japão, chamado de Hina Matsuri (雛祭り) Festival das Bonecas, é uma festa típico japonês. As bonecas são os símbolos do Hina Matsuri e são dispostas em um altar, precisamente da mesma maneira todos os anos.

 

Plataformas com panos vermelhos em degraus são dispostas para expor as bonecas. Segundo a crença japonesa, antigamente as pessoas acreditavam que as bonecas possuíam o poder de afastar os maus espíritos, doenças, infortúnios, má sorte e assim protegeria o dono. Então para os japoneses, o Hina é muitos mais do que apenas artigos de decoração. As bonecas muitas vezes são presenteadas pela família da mãe da menina, quando esta vai realizar o seu primeiro Hina Matsuri.

Duas semanas antes do dia 3 de março as famílias montam em casa as Hina Ningyo, nome que se dá a um sofisticado conjunto de bonecas e objetos em miniatura decorativos. Similar aos presépios montados na época do Natal no ocidente, as bonecas Hina Ningyo são vestidas à moda da corte imperial da Era Heian (794 à 1185) e representam a sociedade japonesa da época. Os conjuntos mais completos dessas bonecas são montados sobre expositores especiais de 7 degraus decorados com seda vermelha. Em cada prateleira, de cima para baixo, as bonecas são expostas na seguinte ordem:

  1. O primeiro e mais alto nível é para o “Dairisama” (Palácio Imperial), de modo que este nível é reservado ao Imperador e a Imperatriz ricamente trajados. O traje da Imperatriz é chamado de “jūnihitoe” (manto cerimonial de doze camadas do Período Heian). Ainda hoje o kimono “jūnihitoe” é usado na cerimônia de casamento da família real. O “casal imperial” deve sempre ocupar o degrau mais alto e o Imperador sempre à esquerda da Imperatriz.
  2. Três Damas da Corte, representando a classe da aristocracia
  3. Cinco Músicos, representando os artistas e literatos
  4. 2 Ministros e oferendas, representando funcionários do governo e religiosos
  5. 3 samurais e plantas, representando a classe guerreira e os domínios feudais
  6. Objetos usados na Corte – miniaturas laqueadas de móveis, baús para quimonos, penteadeira, utensílios para Cerimônia do Chá, caixa de costura.
  7. Objetos usados fora da Corte, representando as pessoas comuns – miniaturas laqueadas de carroça de boi, palanquem, caixas empilháveis, carroça de flores
  • As origens do Hina Matsuri

A celebração data do Período Heian (794-1185), e tem origem em antigos costumes chineses para livrar dos maus espíritos e remover a má sorte colocando-as dentro de bonecos, e liberando-as no rio. Esse ritual tinha o intuito de desejar que as meninas crescessem com saúde, afastar os maus espíritos, doenças, infortúnios, afastar má sorte e conseguissem arranjar um bom casamento.

No início, as bonecas eram feitas de papel e jogadas em algum rio no dia 3. Acreditava-se que as bonecas atraíam os maus espíritos e dessa forma jogá-las ao rio, significava que todos os maus fluídos seriam levados pela correnteza, protegiam os donos.

Passados os anos, as bonecas foram aprimoradas. De bonecas de papel se transformaram em verdadeiras bonecas de luxo, vestindo quimonos de seda.

Hoje em dia, as bonecas símbolo do Hina-matsuri são consideradas herança de família, são peças preciosas cuidadosamente embaladas e guardadas até o período do festival. Devido ao alto preço das delicadas peças e a falta de espaço, muitas famílias, cada vez mais tem optado por modelos compactos que possuem somente a Imperatriz e o Imperador.

Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios
Anúncios